domingo, 30 de maio de 2010

Farofa americanizada


Eu amo uma farofinha com feijão mas achar a farinha de mandioca em Houston é difícil, tarefa quase impossível, aliás sempre que pergunto aos brasileiros sou informada sobre o Empório Cafe e outros lugares super distantes da minha casa. Gostaria de encontrá-la em qualquer supermercado como todos os outros produtos, mas não acho. Enfim encontrei uma ótima substituição. É claro que não é igual a nossa tradicional farinha de mandioca, mas chega bem perto. É chamado de Grits, é um tipo de farinha matinal. É muito popular no Sul dos Estados Unidos.

Existem Grits com variações de sabores, talvez você encontrará cheese grits, southern grits e etc, eu optei por testar o grit original. Podemos encontrá-lo na sessão de cerais nos supermercados. A única diferença é que o grão é um pouco mais duro, então no momento do preparo é necessário deixar cozinhando um pouco mais no fogo.

Eu fiz e todo mundo aprovou! Uma outra opção pode ser o Cream of Wheat que é geralmente usado para fazer mingau, mas funciona bem. Façam suas experiências e postem aqui suas descobertas!



sexta-feira, 28 de maio de 2010

A vida do biquíni

O verão está chegando, e com o clima chega também a vontade de tirar a roupa e … colocar um biquíni, maiô, tanga, calção, etc. Sair e aproveitar os dias ensolarados de Houston e cair n'água! Mas vamos combinar que existe uma diferença muito grande entre a cultura de verão Brasileira e a Americana.

Este fim de semana tenho o primeiro encontro de churrasco e piscina do verão, daqui a duas semanas tem outro e assim vai. Tenho certeza que ainda vou ter que aparecer em varias piscinas alheias com gente desconhecida antes do clima esfriar.

Na minha gaveta tenho os dois lados do biquíni. Num lado estão as peças que uso nos Estados Unidos, no outro estão as peças reservadas ao Brasil ou “lugares exóticos aonde ninguém sabe que moro nos Estados Unidos”.

Escuto de uma amiga brasileira... “ainda não comprei meu biquíni americano então tenho que usar o brasileiro sem tirar a saída de banho”. Grito: “Compra o americano!” Ela reclama: “Ainda não encontrei um bom...” Minha resposta (obvia): “Não existe!”

Culpem os conservadores, puritanos, reprimidos, ou não, mas a verdade é que fora uma parte limitada da Florida, o resto dos Estados Unidos não quer ver seu biquininho com o corte que realça os quadris, mostra o bumbum e cobre o mínimo possível para o bronzeado ficar DEZ!

A americanas (em geral, e claro que existem exceções) quando usam biquíni querem peças que vão cobrir o corpo. O biquíni como a maioria da roupa aqui tem que ser acima de tudo fácil e pratico!

Eu até gosto mais da marca bronzeada do biquíni brasileiro, mas admito que é muito mais fácil para mim, que tenho celulites, gordurinhas e passo o meu tempo de piscina correndo atrás de filho, fazer cara de gostosa com o corpo um pouco mais coberto.

Vale a pena então investir num modelito americano, mais grandinho, menos sexy, porque ajuda nós as brasileiras (notórias pelo carnaval e o fio dental) a nos enturmar com os outros alheios nas festas de piscina.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Uma grama verdinha

Interessante o valor das coisas simples. Um dia desses quando chegava em casa uma cena me chamou a atenção. Um dos meus vizinhos molhava com muita paciência a grama da frente de casa. Quando cheguei em Houston pequenas coisas me encantavam e uma delas foram os gramados, tão verdes como tapetes.

Em geral todas as casas possuem uma entrada com grama, é muito bonito de ver na primavera, tudo bem verdinho, mas quando chega o verão, fica mais dispendioso cuidar da grama, tudo vai depender do tamanho do seu gramado e a quantidade de água que vai nele, mas em geral vai muita água pois o calor aqui é forte. Faz parte da cultura americana cuidar do gramado. Inclusive no filme "Gran Torino" de Clint Eastwood o personagem que é tipicamente americano cuida da grama com extrema dedicação e se irrita se alguém ousar pisar na verdinha.

Recebo mensalmente um jornal informativo da comunidade onde resido e quando os organizadores percebem que as gramas não estão verdinhas um comunicado é publicado aos moradores para que "molhemos nosso front yard pelo menos uma vez por semana" . Interessante a preocupação em manter o bairro sempre bonito... acredito que seja para manter o valor das casas em alta.

A entrada dos condomínios sempre tem um gramado com muitas flores, parecido com o da primeira foto. Aliás é interessante salientar que os condomínios em Houston em geral são abertos, são como ruas, não possuem guaritas ou segurança. É claro que existem exceções, mas em geral não tem portões. Aqui algumas fotos de toda essa beleza.


segunda-feira, 24 de maio de 2010

Não falar inglês ja deu multa!

Em novembro de 2009, uma mulher imigrante foi multada no Texas por não falar inglês. A mulher em questão era uma brasileira de 43 anos residente em Dallas. Ela foi abordada por um guarda de trânsito enquanto fazia um retorno. O policial registrou três infrações: ignorar um sinal de trânsito, não apresentar a carteira de motorista e por ser "uma motorista que não fala inglês" Parece piada mas foi verdade, a brasileira tinha residência permanente nos Estados Unidos desde 1980. Em relato na época, o policial disse ter se confundido com uma lei para motoristas comerciais que segundo o próprio chefe de polícia disse, nao se aplica a Dallas. É claro que isso gerou um processo contra o estado, a polícia etc.

A lei não pode ser usada para discriminação. Vai ter um dia que vão nos multar por termos sotaque, ou falar o inglês errado, enfim concordo que se estamos em outra nação devemos nos esforçar para aprender o idioma nativo mas não existe obrigatoriedade em se fazer isso.

A noticia não é recente mas eu quis postar mesmo assim, acredito que não seja o primeiro caso, estamos todos sujeitos a ser abordados por um guarda de trânsito e possivelmente passar pela mesma situação. Se quiser ler a reportagem na íntegra aqui o LINK para o website.

domingo, 23 de maio de 2010

Procurando casa ou apê?

Sergio & Doris, Co.
Real State, Mortgage
Travel Agency

Antes de decidir onde morar é preciso obter informações sobre as localidades. Houston tem região para todos os gostos. Se você é solteiro, estudante e quer night life não se habituará a morar em uma região mais pacata.

Por isso se deseja informações precisas sobre as melhores regiões de acordo com suas necessidades pode tentar contato com a Doris Santos. Ela é corretora de imóveis e brasileira e conhece Houston muito bem. Aos poucos tentarei colocar informações sobre cada região de Houston mas se você precisa de informações agora, Doris é a melhor opção.

Aqui o LINK para o website. Eles fornecem serviços de agenciamento de viagem também.

sábado, 22 de maio de 2010

Um cinema diferente : Studio Movie Grill



Eu e minha familia adoramos assistir filmes. Um dos nossos programas preferidos é ir ao cinema. Por intermédio de uma amiga descobri um cinema bem diferente. Aliás, em Houston o que não falta é originalidade nos negócios. Nesse cinema foge-se da tradicional pipoca e snacks. Aqui se tem um verdadeiro jantar, com direito a steak e muito mais.

O interessante é que nem precisa levantar pra buscar o prato, os funcionários se encarregam de nos servir em nosso próprio assento. Se preferir pode reservar os lugares pelo website. Vale a pena conferir!

Aqui o LINK do website, lá você confere os filmes em cartaz e o cardápio oferecido.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Depilação com Técnica indiana

No primeiro mês em Houston me arrisquei a depilar minha sobrancelha eu mesma, foi um desastre! Fiquei super frustrada, afinal estou acostumada com a dona Fátima no Brasil, uma beleza de depiladora, fazia em um instante. Comecei minha busca por uma depiladora próxima da minha casa, tentei algumas mas não ficava bom. Até que um dia entrei em um salão de beleza indiano. A técnica usada pelas funcionárias me chamou a atenção, elas usam um tipo de entrelaçamento de linha para arrancar o pêlo pela raiz. Dói, mas o efeito é lindo, só preciso voltar a cada duas semanas. A vantagem é que não puxa a pele então não causa flacidez.

Na verdade, durante muitos anos, essa técnica foi muito utilizada pelo oriente e por isso também é chamada de depilação Árabe, Egípcia, Iraquiana, Oriental e por aí vai. Parece que surgiu com os egípcios e foi difundida por toda a região oriental. Apesar de ser uma técnica milenar que depila com linhas, existem poucos profissionais que sabem fazer o serviço.

De qualquer forma, há quem depile com linha de algodão e outros com linha de poliéster, desde que sejam sem corantes. E o melhor disso é que essa técnica não apresenta nenhuma contra-indicação fazendo com que os pêlos nasçam mais finos e macios. Vale a pena tentar!!!





terça-feira, 18 de maio de 2010

Canção "Happy Birthday"

Outro dia eu estava entre amigas brasileiras comemorando o aniversário de uma delas. Quase todas já moram nos Estados Unidos a bastante tempo, inclusive é sempre um aprendizado nossos encontros e super divertido ouvir todas as histórias e experiências que elas passaram. Nesse meio tempo começamos a cantar o "parabéns" para nossa amiga, primeiro em português e depois a versão em inglês. Através de uma delas descobri que a canção "Happy Birthday" é protegida por direitos autorais ou copyright, decidi escrever sobre isso, e fiquei curiosa pra saber de onde surgiu a canção.

A canção foi criada em 1893 pelas irmãs Mildred Hill e Patty Hill em Louisville, Kentucky mas a letra que originalmente era "Good morning to all" se tranformou em 1912 para "Happy birthday to you" e continua assim até os dias de hoje. Ambas trabalhavam como professora numa escola de Jardim de infância. Elas queriam apenas criar uma canção que as crianças lembrassem facilmente, por alguma razão essa canção ficou muito popular e espertamente em 1935 a compania Summy registrou o primeiro direito autorial, anos depois em 1990 outra compania Warner Chappel comprou esses direitos e mantêm eles até hoje. Mas esses direitos vencem em 2030 e rende milhões para a empresa, na prática isso quer dizer que qualquer estabelecimento comercial ou artista que cante o "happy birthday to you" literalmente como a versão original deverá pagar para fazê-lo, não sei se isso realmente funciona, mas a informação é um fato!

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Garage Sale


O garage sale é uma atividade muito comum nos bairros dos Estados Unidos. Pode ser chamada também de yard sale, rummage sale, tag sale, attic sale, moving sale ou junk sale. Os moradores agendam um dia na semana para abrirem as portas de suas garagens e venderem todo tipo de produto usado. É até bonito de ver todo mundo do lado de fora tentando conquistar o cliente, um pouco parecido com uma feira.

Americano é um povo consumista por natureza, o problema é que com tantas compras começam a perder espaço e o jeito é se livrar das coisas mais antigas. É possível ver eletrodomésticos, móveis, até computadores na calçada esperando pelo lixeiro. A saída mais fácil e lucrativa pra resolver o problema de espaço é o garage sale. Não se paga imposto nem qualquer taxa pra participar, é só abrir as portas! Essa será uma ótima saída para a mesa usada que tenho lá em casa!

sábado, 15 de maio de 2010

Conhecendo as moedas

Uma das maiores dificuldades para nós brasileiros é identificar as moedas americanas. Me pergunto até hoje porque elas não tem números, ficaria muito mais fácil. Quando cheguei aqui eu pagava tudo com dinheiro vivo, ainda não tinha cartão de crédito ou débito, então sempre era embaraçoso o momento do pagamento quando eu tinha que contar os centavos, me confundia entre as moedas de 5 e 10 centavos, pra mim não faz sentindo as moedas de 10 centavos serem menores em tamanho do que as de 5, eu sempre achava que as de 10 fossem na verdade as de 1.

Os atendentes sempre foram atenciosos, afinal tenho certeza que isso não acontece só comigo. Enfim, uma grande confusão e pessoas irritadas na fila esperando você encontrar os centavos certos! Pequenas informações que fazem a diferença quando você não sabe nada. Algumas moedas tem variações nas figuras então é importante conhecer os desenhos. As moedas de 50 centavos e 1 dollar são raríssimas, praticamente sem circulação.

Se quiser obter mais informações com fotos sobre as moedas no mercado atualmente, entre nesse LINK , realmente foi muito útil pra mim!

Como são chamadas:

1 centavo ou "pennie"
5 centavos ou "nickel"
10 centavos ou "dime"
25 centavos ou "quarter"
50 centavos
1 dollar

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Comprando um carro em Houston

Lamento dizer mas sem carro em Houston é muito difícil. Transporte público aqui não ajuda muito, até tem ônibus mas o trajeto é limitado. O tempo de espera é de pelo menos uma hora ou mais e a distância de um lugar para outro é sempre muito grande. Aliás, raríssimas vezes vi um ônibus.

A própria cidade foi projetada para os carros, em geral não tem calçadas, se você tentar andar na lateral da rua possivelmente vai ter um motorista engraçadinho tentando passar a mão ou até um grave acidente.

As revendedoras de carros sabem dessa necessidade então carro usado aqui é vendido como água e a preço de banana, principalmente com a crise econômica, o preço dos carros caíram bastante, você pode encontrar carros por menos de $ 1000! É claro que "você paga o preço". Então, muito cuidado, afinal você não quer parar na freeway com carros a velocidade de mais de 140 km por hora! Essa é uma das coisas que eu gosto nos Estados Unidos, a facilidade em adquirir bens como automóveis e casa. A grande maioria das pessoas que eu conheço tem um carro, uma realidade infelizmente difícil no Brasil.

Você pode comprar um carro na própria concessionária fabricante, eles vendem usados também. Se esta chegando agora em Houston e não tem condições financeiras de comprar um zero, neste LINK você vai encontrar todos os tipos de carros e revendedoras em Houston.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Clima em Houston

Com aquecimento global e todos os eventos naturais ocorrendo pelo mundo Houston não ficou de fora. Em 2009 tivemos um furacão e recentemente até neve chegou por aqui! No verão a cidade parece um caldeirão, impossível ficar fora, o ar é muito quente e abafado. A sensação é de uma sauna aberta, até sufocante. Mas enfim, eu adoro, mesmo que as vezes quero correr pra uma sala com ar condicionado.

Com o verão em geral temos dias com céu extremamente azul e sol brilhante! Essa imagem compensa qualquer sofrimento. A temperatura pode passar dos 40 graus celcius e a sensação térmica de quase uns 50. O inverno segue o mesmo ritmo, em efeito contrário, ou seja um frio de rachar!

A noite temos que cobrir as flores do jardim para que não morram. A geada chega a ponto de congelar as poças de água. No último inverno tivemos neve, pra quem realmente não acredita, até estou postando algumas fotos que tirei da porta de casa. Pra nós brasileiros é pura diversão! O lado bom de todos esses extremos é que todas as casas são construídas com aquecedor central por isso dentro de casa ninguém sofre com o clima.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Dica de Inglês: "Fazer uma vaquinha"


Se voce tentou dizer "Fazer vaquinha" em inglês e simplesmente traduziu literalmente "to do a little cow" está errado! É muito comum essa expressão em português. Em inglês usamos "to pitch in" que quer dizer juntar forças com outros, cooperar, contribuir com sua parte, então aqui vão alguns exemplos.

We all pitched in and bought the teacher a present.
(Fizemos uma vaquinha e compramos um presente para o professor)

If everyone pitches in and helps clean up, we will be done in no time.
(Se todos cooperarem e ajudarem na limpeza/arrumação, terminaremos num instante)

sábado, 8 de maio de 2010

Houston é assim...

Antes de vir para Houston eu não tinha nem idéia de como era a cidade. Aliás em filmes sempre escutamos sobre Nova York, Los Angeles, Florida, Washington... e agora que estou aqui entendo porque. Houston não é um bom cenário para filmes, a não ser pela NASA Houston é citada, mas é uma cidade muito prática, urbana, um pouco feia e tem sei lá quantos milhões de carros nas ruas.

Tenho coisas positivas pra dizer sobre Houston. Aqui encontram-se franquias e filiais de redes de lojas e supermercados em grandes quantidades e variedades, diversidade de cultura, bastante espaço nos estacionamentos e claro é a cidade do negócio do petróleo. Em Houston não tem um centro comercial específico, tem vários! Como você pode ver no mapa, a cidade é como uma grande "rosquinha", os centros estão aleatoriamente distribuídos neste círculo.

Na verdade, não vou falar sobre números e estatísticas, essas informações podem ser encontradas em sites do governo, só gostaria de mostrar a cidade em fotos, algumas até tiradas da porta da minha casa e do meu carro!






sexta-feira, 7 de maio de 2010

Dica de inglês "Let sleeping dogs lie"

Ás vezes tentamos traduzir nossos famosos ditos para o inglês e vira uma catástrofe. Eu sempre estou fazendo isso e Jeff (meu marido) sempre me olha com aquele rosto de "o que?" então se você tentou isso também, aqui uma lista de algumas expressões populares em português que tem o mesmo significado da sentença em inglês "Let sleeping dogs lie"

Não cutuque a onça com vara curta
Não brinque com fogo
Não vá procurar sarna pra se coçar
Deixe estar...
Não brinque com o vespeiro
Deixa isso pra lá
Não mexa em casa de marimbondo
Não deite achas na fogueira

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Restaurantes brasileiros em Houston

Oi gente,


Pra ser mais prática, aqui vão algumas dicas de restaurantes brasileiros em Houston. Se algum deles fechou ou não existe mais me avisem! Se vocês conhecerem outros que não estao na lista põe um comentário que eu adiciono aqui!!






Southlands Brazilian Steakhouse

18736 Tomball Parkway - Houston TX

77070

(281)970.7445



Rio Brazilian Steak House

14520 Memorial Dr - Houston TX

77079

(281)496.6085



Angus Grill Brazilian Steakhouse

6106 Westheimer Rd - Houston TX

77057

(713)334.5206




Brazaviva Churrascaria

11681 Westheimer Rd - Houston Tx

77077

(281)597.8108




Chabuca's Steaks International Grill

316 Nasa Road 1 - Webster TX

77598

(281)554.8000




Emporio Brazilian Cafe

12288 Westheimer Rd - Houston TX

77077

(281)293.7442




Fogo de Chao

8250 Westheimer Rd - Houston TX

77063

(713)978.6500




Guri do Sul Steakhouse

1400 Research Forest Dr - Shenandoah TX

77381

(281)907.4146




Nelore Churrascaria Steakhouse

4412 Montrose Blvd - Houston TX

77006

(713)395.1050




Pradaria Steak e Churrascaria

10694 Westheimer Rd - Houston TX

77042

(281)501.2960




Salina's Steakhouse & Grill

24110 Highway 290 - Cypress TX

77429

(281)256.6272



Todai Houston

7620 Katy Freeway - Houston TX

77024

(713)682.0009




Tradicao Brazilian Steakhouse

6804 Southwest Freeway -Houston TX

77074

(713)339.1122



Friend's Pizzeria

7952 Westheimer Rd - Houston TX

77063

(281)671.8160



Uniformes escolares. Opressão X Liberdade indiviual

Assim que chegamos a Houston matriculei minha filha na escola. A primeira coisa que perguntei foi sobre o uniforme. Foi uma surpresa, as crianças não usam uniformes. No Brasil estamos acostumados com os conjuntinhos azul marinho com branco.

Pra entender decisões como essa precisamos entender a própria base cultural americana e sua história. A liberdade de expressão aqui é muito importante. Para alguns críticos o uso de uniforme limita a auto expressão, o conforto e a confiança de crianças e adolescentes.

A América quer incentivar seus pequenos a ter opiniões próprias e medidas simples como deixá-los escolher suas roupas contribuiria para isso. É um ponto considerável, mas por enquanto a liberdade de expressão é minha porque eu mesma escolho os modelitos que ela usa!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Pão de queijo



Bem, pra começar depois de 3 meses em Houston comecei a sentir falta dos nossos quitutes brasileiros. Um deles foi o macio e quentinho pão de queijo. Descobri que em grandes redes de supermercados como HEB e Fiesta em sessões de comidas internacionais pode-se achar a caixinha da Yoki com a massa de pão de queijo (ou como esta escrito na embalagem "cheese bread") praticamente pronta, conforme as instrucões, e só adicionar 2 ovos e 1/2 copo de água, 25 minutinhos no forno e estará pronto para saborear!

Mas sou curiosa e não me basta apenas conhecer a caixinha de pão de queijo eu quis preparar meu próprio pãozinho, então por intermédio de uma grande amiga descobri uma receita com um ingrediente achado nos supermercados da região do Texas, geralmente na sessão de comidas orientais ou farinhas, o nome é "Tapioca Starch flour" este produto substitui o polvilho que geralmente usamos nas receitas para fazer pão de queijo, anota a receita porque é nota mil!

PÃO DE QUEIJO

Ingredientes:
2 copos de tapioca Starch
1 ovo
1/2 copo de leite
3 colheres (sopa) óleo
3 colheres (sopa) queijo parmesão
3 colheres (sopa) queijo mussarela ralado
3/4 de copo de queijo fresco (tipo queijo minas ou o ricota)
sal e orégano á gosto

Modo de preparo:

No liquidificador adicione os ingredientes aos poucos, bata até a mistura ficar homogênea. Essa massa gruda um pouco nas mãos, mas não se preocupe é assim mesmo, nao tente fazer bolinhas, apenas com uma colher coloque a massa em forminhas para muffins. Use um cooking spray nas forminhas para os pães nao grudarem enquanto cozinham. Pré aqueça o forno em 355 F e cozinhe por 15 minutos.
Rende 2 formas de muffins ou 24 paezinhos.

Depois é só saborear e claro postar um comentário aqui!

Over the hill... Será?

É muito interessante o quanto você aprende apenas em ouvir. Inclusive é isso o que eu mais faço quando tenho dúvidas sobre o que outras pessoas estão conversando. Estrangeiros tem o ritmo deles quando falam sua lingua mãe.

No começo é preciso treinar os ouvidos. Em uma conversa informal em inglês com umas amigas sobre nossas experiências de vida, uma delas disse "I am over the hill" uma expressão que eu não tinha ouvido antes, até cheguei a pensar "será que é isso mesmo que eu ouvi?" Perguntar não ofende e foi o que eu fiz. Se traduzida literalmente quer dizer "por cima da colina" mas o significado em nossa conversa foi "estou velha, passando da idade". Foi como ela disse "a idade esta chegando mas me sinto jovem".

Agora a pergunta que fica é: apartir de que idade podemos considerarmos "over the hill"? Completo 30 anos no próximo mês, hum talvez estou na metade da colina ou bem próxima do topo!

Carnes em Inglês

Engraçado, mas minha mãe sabia definir todos os tipo de carnes apenas com uma olhada. Não tenho essa mesma sensibilidade, aliás se me dizem que a alcatra foi um porco talvez eu acredite. No Brasil basta pedir ao açougueiro o tipo de carne que você quer e pronto, lá está ela. Também existem as carnes embaladas, mais fácil ainda porque já vem o nome na própria embalagem. Por aqui não é diferente. Mas pra quem fica perdido no supermercado na hora de comprar carnes aqui vai uma lista das carnes em inglês e português. Se você nao achar o tipo de carne que procura ou descorda da tradução da lista, acrescente um comentário e vamos todos compartilhar nossas descobertas. Ah com certeza ajuda muito!

0l – rabo = tail
02 – lagarto – rump
03 – coxão duro = shank
04 – coxão mole = roast beef
05 – músculo = shank
06 – patinho – ground
07 – aba de filé – flank
08 – ponta de agulha – brisket
09 – capa de filé – rib eye
10 – acém – boneless chuck eye roast
11 – braco/paleta = shoulder
12 – peito – neck meat
13 – pescoço – neck
14 – filé de costela – short loin
15 – picanha – rumptsteak
16 – alcatra – top sirloin
17 – contra-filé – sirloin
18 – filet mignon – tender sirloin
19 – fraldinha – bottom sirloin
20 – filet de costela – strip loin
21 – maminha de alcatra – tri tip
22 – cupim – hump

terça-feira, 4 de maio de 2010

"Strep Throat" que raios é isso?

No começo da semana parecia que minha filha tinha um resfriado passageiro, nada além do que uma dor de garganta, uma tosse seca e um nariz entupido. Mas no fim da semana o inchaço gigantesco que apareceu nos dois lados do pescoco nos fez correr pro médico, afinal mesmo previnindo-se contra gripes suínas, frangos e outros animais, estamos todos sujeitos a novos vírus "animalescos" que surgem a cada estação. O diagnóstico foi "strep throat" imediatamente me perguntei "o que quer dizer isso em português? será que é grave?" meu marido não sabia me explicar e lá fui eu para minhas buscas com internet. Acredito que muita gente também nao sabe a denominação desse "palavrão". Descobri que podemos chamar de faringite porque é causado por uma bactéria chamada "estreptococos". Nao é grave, mas precisa de medicação. É muito comum o contágio entre as crianças, por isso é melhor não ir para a escola por uns dois dias. Ela já esta bem agora mas com certeza é muito mais fácil lidar com a situação quando você sabe o que significa.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Encontre-se!


Oi gente!
Essa é minha primeira postagem no blog. Estou ansiosa pra receber todos os comentários possíveis. O objetivo desse espaço é ajudar brasileiros que vivem ou viverão em Houston. Digo isso por mim. Estou no Texas, USA a cerca de um ano e tenho grande dificuldade em encontrar produtos brasileiros por aqui. Além disso, tenho problemas com expressões e denominacões existentes em inglês que não significam nada pra mim em português. Com o tempo e muitas pesquisas na internet e contatos com outros brasileiros descobri produtos similares aos nossos e isso ajudou bastante principalmente pra quem quer fazer a comidinha brasileira e não sabe como dizer "feijão" em inglês. É certo que é uma descoberta diária, por isso é importantíssimo trocarmos informações aqui. Toda descoberta será bem vinda! Sinta-se á vontade para explorar e "se achar".