terça-feira, 27 de julho de 2010

Aplication means...

Desde os 16 anos eu trabalho fora e essa experiência de "homemaker" está sendo um desafio. No começo foi como estar de férias do batente mas depois de alguns meses você já está arrumando a casa 3 vezes no dia pra ocupar seu tempo. É engraçado porque nunca me sinto suficientemente preparada pra iniciar uma carreira por aqui, sempre rola a insegurança mesmo sabendo que não seria tão difícill arrumar um emprego, sempre estou adiando o momento, afinal na minha casa a chefe sou eu e ter que aguentar chefe mal humorado ou mandão por 9 horas é um "pé no saco". Por outro lado, o dinheiro que você ganha é todinho seu e merecidamente você vai gastá-lo sem qualquer culpa!

Outro dia em um almoço descontraído com minhas amigas uma delas explicou que estava fazendo algumas "aplications". Foi tão engraçado porque eu ainda não tinha ouvido essa palavra e fiz o erro de traduzir literalmente para o português que quer dizer "aplicação". Imediatamente em minha cabeça veio o pensamento de que ela estivesse fazendo aplicações financeiras em bolsas de valores ou coisa assim. Então inocentemente eu disse que conhecia alguém que teve sucessos com investimentos desse tipo. Todas olharam para mim e soltaram uma gargalhada. Enfim gente, se alguém diz que está fazendo "aplication" simplesmente é porque está em busca de um trabalho, espalhando currículos, se aplicando para tal.

Nunca se sinta envergonhado de cometer erros, afinal é "pagando mico que se aprende". Caso você se interesse em arrumar um trabalho por aqui, tem sites como Monsters, Job e Career Builder que podem te ajudar nessa empreitada!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Abastecendo o carro, cadê o frentista?!

Essa é uma das surpresas quando se chega em Houston. O "make by yourself" é super normal, e abastecer o carro (sem frentista) é um desses exemplos. Precisei aprender de que lado fica a boca de combustível e como processar o pagamento na maquininha, é claro que paguei alguns "micos"mas tudo normal, é errando que se aprende.

Na própria bomba de combustível você insere seu cartão de crédito (ou débito) e paga por ali mesmo. Mas por causa de fraudes com cartões, as bombas exigem o seu cep (zip code) e só aceitam os ceps norte americanos. Se o cartão é internacional o pagamento deve ser feito na loja de conveniência. Descobri que existem serviços na internet que disponibilizam valores do galão para cada região do país, inclusive o endereço do posto! Aqui no Gas Buddy você encontra essa informação.

Mesmo contando com a disciplina dos motoristas, os proprietários dos postos de gasolinas não descuidam da segurança, sempre tem alguém vigiando, seja por câmeras, por funcionários em casinhas localizadas estrategicamente ou dentro da loja de conveniência.

Não tenho certeza se um sistema assim funcionaria no Brasil afinal a polícia aqui não brinca, já no Brasil não podemos garantir. Outro dia li em uma notícia que Ben Affleck (ator de cinema norte americano) abastecia seu carrão em um desses postos, eu não sou fã mas seria legal ter uns artistas circulando por aqui, mas isso só acontece lá pelos lados de Los Angeles.